(RE)VIVA O CONGRESSO DE HOMEOPATIA POPULAR

1 de setembro de 2011 0 Por abhpopular

Sobre nosso Congresso

Muito difícil traduzir em palavras o que foi uma vivência de comunhão na rebeldia contra tudo o que representasse a morte, o sacrifício e o sangue das vítimas e a renovada esperança alegre da Ressurreição. Celebramos nosso engrandecimento coletivo, vivemos na prática a cultura pela paz, contra o capitalismo e todas as suas formas de lógica de mercado cercadas de morte e destruição. (RE)Inauguramos, um mundo novo a partir do velho, a começar em todos nós que lá estávamos presentes, e que espalharemos por entre todos os militantes dos movimentos sociais que sonham pela democracia: adoção radical da agroecologia e de sociedades sustentáveis, dos direitos humanos e da terra.

No Documento final diziam os realizadores do Evento, de maneira muito feliz:

Temos a certeza que Deus com sua Maravilhosa Bondade conduziu a cada um e cada uma de nós para que um momento novo, em que pudéssemos vivenciar, nos espaços da Ubra e da Diocese de Ji-Paraná, este acontecimento indescritível. Espaço e tempo que se constituiu num grande presente de tamanha beleza, de comunhão, de riqueza nos debates – nas trocas de experiências e de sensibilidade que emerge das raízes do povo brasileiro. Mais do que nunca a atual conjuntura nacional, internacional e latino-americana precisa do nosso compromisso cristão–político de anunciar e denunciar; de exprimir nossa solidariedade em abraçar a causa dos empobrecidos na compaixão, aguçando nossa sensibilidade no respeito e promoção de toda a VIDA de todos os seres de nosso cosmos.

homeopatia oficina saude

homeopatia oficina saude

Temos certeza que tudo foi possível pela disposição da Diocese de Ji-Paraná em sediar e gerenciar, por meio do projeto Pe. Ezequiel e da ABHP-RO, o nosso evento. Não mediram esforços, cuidado e carinho de toda equipe para que tudo fosse bom e de maneira a envolver cada um de nós e dos grupos na construção desse evento. Sequer faltaram as oficinas de saúde, para troca das práticas populares de saúde, também realizadas no evento.

Também temos a mesma certeza de que nada teria sido possível sem a presença de gente como vocês Educadores populares, Agentes de Saúde de tantas Pastorais Católicas e Evangélicas, Espíritas e de outras espiritualidades; como as Lideranças de tantos Movimentos Sociais Populares, de ONG’s, Comunidades Indígenas, Lavradores e Lavradoras, Quilombolas, Hansenianos e portadores de deficiências, bem como Professores da rede pública e de tantas Universidades, Representantes de Órgãos Governamentais, Estudantes, Homeopatas Médicos e Homeopatas Populares, Terapeutas Holísticos e comunidade em Geral comprometida com a VIDA de qualidade para todos e todas. A Homeopatia Popular e as práticas correlatas são muito maiores do que a ABHP, e isso nos compromete como associação.

logo abhp; Mãos humanas, peixe, pássaros, mata, planeta, yang e ying

logo abhp; Mãos humanas, peixe, pássaros, mata, planeta, yang e ying

A Beleza do Reencontro e da Festa, a mística conduzida pela Via Campesina, a voz cabocla, nordestina e negra dos cantores e artistas populares, as rodas de dança, o forró, somou-se a grandiosidade dos debates e das propostas que o evento assumiu tendo em vista o SUS, a Conferência Nacional de Saúde, os Conselhos, a ação pela qualidade de alimentos, luta contra os agrotóxicos, herbicidas, aditivos alimentares criminosos, descontrole do mercado de medicamentos, doenças e mortes, garantida especialmente pela qualidade das contribuições dos Palestrantes cuidadosamente pensados e escolhidos, mas principalmente pela  CORAGEM, COMPROMISSO E COMPETÊNCIA DE CADA UM DELES E DELAS EM SUAS ÁREAS DE ATUAÇÃO: não tivemos intelectuais desligados do compromisso com a transformação, eram pessoas como nós, na luta.

A terra-mulher

A terra-mulher

Planeta Água

Planeta Água

Não faltou a mística, a dança, presença da população da mata, campesina, indígenas, mulher grávida, a terra, a água, o ar e o fogo. A ação criminosa dos que matam pelo dinheiro. O cuidado e a ação de gerar uma nova vida, com a mulher grávida.

A fonte de água viva, que quebra o fogo ateado nos desmatamentos da Amazônia e de todo o Planeta, mostrando a vitória da luta, na imagem do Planeta Água, que abria de maneira emocionante e grandiosa o Evento. Não faltaram a presença dos mártires, entre eles, Padre Ezequiel.

Da mesma forma e com a mesma grandeza lembramos daqueles e daquelas que corajosamente apresentaram suas experiências, suas pesquisas e descobertas em formas de trabalhos orais – banners – e nas rodas de conversas com testemunhos. Um destaque especial à feira dos Agricultores e dos trabalhos artesanais de economia solidária e a feira de troca de sementes, voltadas para quebrar o jugo mercadológico do capitalismo.

Toda esta Beleza e Grandiosidade foram sustentada por pessoas e entidades que sensíveis ao tema e à causa tornaram-se nossos parceiros e apoiadores, a cada um delas e deles, nosso agradecimento e nosso desejo que a parceria se mantenha na luta cotidiana pela Justiça e pela Construção de um Mundo Melhor que começa em cada local onde trabalhamos.

Especialmente agradecemos à equipe de apoio ao evento que nos bastidores não mediram esforços para garantir o bem estar de todos e todas as congressistas. Desde a acolhida – alimentação – limpeza – inscrições – acolhimento – certificações – credenciamento – transporte – som – montagem do ambiente – água – escolha de matérias para as pastas etc… etc..

Á Coordenação Geral do Evento nosso Agradecimento e que Deus possa conceder a cada um e cada uma o Dom da vida e coragem militante em busca da construção do Reino de Justiça que anuncia e proclama que o Reino de Deus já está a caminho entre nós.

Os resultados serão vistos no cotidiano de nossos grupos e organizações. A Sistematização do Evento, textos, fotos, vídeos poderá ser Encontrada nas páginas da ABHP – ULBRA E PROJETO P. EZEQUIEL – e, em Breve, nos Anais e CD do Evento.

 

ABHP – PROJETO PADRE EZEQUIEL E Ceulji/ULBRA

Uma extraordinária BOA NOTÍCIA.

A Homeopatia  está mais forte, mais engrandecida, e por isso precisa também ser mais compromissada com as grandes lutas pelo mundo novo, pelos direitos humanos, por uma nova saúde multicultura, que inclua as raízes da nossa indiano-africanidade,e por isso, descubra nossa ternura,  esperança e solidariedade na construção de um mundo novo feito com festa e muito forró. Após a conferência de Saúde, muitos outros lugares e estados estão   orientando suas práticas na direção da homeopatia popular em diálogo com as práticas de saúde popular,  e lutando por um legislação que respeite  os tratados internacionais para a sustentabilidade do Planeta.

 

 

 

 

Visite a página: http://direitoshumanosmt.blogspot.com/

 

 

 

 

 

Visite a página: http://www.noticianahora.com.br/RO/noticia/grande-publico-prestigia-abertura-do-1-simposio-regional-de-agricultura-alternativa-na-ulbra-em-ji-parana/90033

http://cptrondonia.blogspot.com/2011/08/ji-parana-sediou-congresso-de.html

http://proasa.blogspot.com/2011/08/iii-congresso-brasileiro-de-homeopatia_18.html

http://rondoniadigital.com/estado/fetagro-debate-homeopatia-e-agricultura-alternativa/