COMO ME VEJO NA HOMEOPATIA  POPULAR  E COMUNITÁRIA

COMO ME VEJO NA HOMEOPATIA POPULAR E COMUNITÁRIA

6 de abril de 2019 0 Por Alexandre

Sou usuária da homeopatia há mais de vinte anos e tenho ótimos resultados pessoais e familiares, isto tem me motivado a ser ainda mais ativa  no meio popular que foi sempre um grande sonho meu em trabalhar a entre ajuda, no espirito de solidariedade comunitária. Já a pratica da homeopatia era ate então algo um tanto novo em meu linguajar, quando o Nestor meu companheiro, em meados de 2014, me comunicou o interesse de participar do Curso de Homeopatia Popular Comunitária em andamento em Cuiabá.

     A partir deste momento,  algo maravilhoso começou a acontecer, quando na volta dele de Cuiabá, vi e senti um brilho diferente nos olhos, no jeito de ver e observar pessoas e acontecimentos e a busca constante nos estudos e o intercambio cada vez maior com a Pastoral da Saúde da paroquia São Cristóvão em Lajeado, articulando-se com pessoas identificadas com o proposito popular e comunitário da ABHP e principalmente compartilhando conhecimentos com Ir Maria Kuhsler e equipe. Fui também me integrando progressivamente ao grupo, quando no inicio de 2015  houve a determinação que o mesmo Curso de homeopatia popular  teríamos  aqui em Lajeado. Iniciamos assim o ano de 2015, com encontros preparatórios onde traçamos o perfil das pessoas a serem convidadas e com as quais  tivemos muito êxito, tanto na qualidade dos convidados, a experiência pessoal de atuação como terapeutas, a sua distribuição geográfica dando um mosaico de representação regional ao grupo, acerto do conhecimento e praticas pessoais e grupais trazidas ao grupo enriquecendo vivencias e estudos, bem como o seu comprometimento no aprender fazendo na homeopatia.

    Contamos com o assessoramento da Edna  F. Amaral  nos dois módulos e sua experiência fez toda a diferença. Enquanto isso Pe Pedro C. Schroeder nos brindou com a sua experiência pessoal, ja na primeira etapa realizada em Abril, como tambem em 25 de junho em mais um dia de estudos e aprofundamento, tirando duvidas e exercitando a parte pratica com 25 pessoas então presentes, cada qual com mais entusiasmo, buscando bibliografia no assunto, algumas nós já tínhamos, outras fomos buscar, trocando contatos telefônicos, e-mails e  conteúdos em pendrive.

       Buscamos também integração com Ir. Maria Paili, que atualmente está em Porto Alegre, mas que deixou seu legado aqui em Arroio do Meio e Lajeado há quase trinta anos em seu trabalho então pioneiro e que agora começa a frutificar.

       Veio a segunda etapa em outubro, reunimos novamente um grupo de 40 pessoas, vários destes ja praticando o saber Homeopático, assim trazendo mais experiências aplicadas na pratica homeopática, tanto no reino vegetal e animal como no uso pessoal, familiar e também comunitário.

       Já no dia 11 de dezembro em mais uma tarde prática com Ir Maria Pauli, exercitamos o saber aplicado e orientado. Por outro lado estão surgindo grupos de estudo e aprofundamento entre os participantes para temas de interesse específicos.

       Para nós na coordenação deste trabalho, está lançado um grande desafio e que já estamos na busca para em 2016 partir para a consolidação do núcleo da ABHP/SUL. O Nestor grande estudioso e autodidata, esta articulando e fazendo todo possível para que isto aconteça. Eu como companheira de luta e de história de vida há mais trinta anos faço com que isto seja mais um êxito e nos una sempre mais.

Lourdes Thomas Scherer / 20.dez.2015